Surrealista

por Gabriel Moraes e Marina Kan Mei

Nós tivemos o prazer de receber um dos co-fundadores do Sensacionalista, o jornal mais isento de verdades, para um bate-papo recheado de sinceridade: Marcelo Zorzanelli. Mas, para chegar até este momento, Zorzanelli, um dos palestrantes da última edição do TipCOM, precisou de muito esforço, construindo um vasto currículo. Ele trabalhou em vários campos do Jornalismo: rádio, televisão e redação de revistas, em lugares como Band, Editora Abril, Globo e MTV.

Pausa


Volto pra cá e a sensação é de que não existe tempo. Chego jogando a mochila no chão e corro querendo colo e cama. Cada lágrima acumulada explode no rosto vermelho e todo o resto é suspenso. A pressa passa. Aqui se pode sentir sem a obrigação de parecer inteira.

Carta aberta



Olá,
não sei se este texto chegará a seu destinatário, mas escrevo na esperança de que sim. Acontecimentos recentes mudaram completamente o que eu havia escrito e programado para publicar aqui. Mas isso não é tão importante, pode esperar. 

Retrato sincero da depressão


Apesar de Cake não ser nenhuma novidade (o filme foi lançado no final do ano passado), me tocou de tal maneira que foi impossível não escrever sobre ele. De extrema sensibilidade, o longa sabe misturar melancolia e humor perfeitamente, ao tratar de um assunto tão complicado como a depressão.

Vida e obra a dois


Nessa mania de se apressar em tudo
Achava que pra amar também precisava
Até que foi percebendo
Que essa pressa toda não servia pra nada

Desafio #22 - Moldura


Geralmente não é a moldura que nos chama a atenção em um quadro, mas o Sem Pauta resolveu destacá-la como tema do nosso vigésimo segundo desafio. Seja em um retrato, espelho, pintura ou até mesmo ilustrando uma metáfora, a moldura embeleza a vida e deu forma aos textos a seguir. Confira os detalhes de mais uma mistura de sentidos e limites!

"Quando você for mãe, você vai entender"


Se você é menina, as chances de ter ouvido essas palavrinhas é enorme. Foram inúmeras vezes que ignorei essa frase de efeito, afinal, como levar à sério um comentário desses quando minhas preocupações se resumiam em não tirar nota baixa e na possibilidade de cancelarem aquele programa que eu assistia toda tarde, logo que chegava da escola. Mas, por experiência própria, digo que sua hora vai chegar. 

Domingo

dia

Falar sobre domingo me parece bastante clichê. Um dia da semana que tantos julgam tão depressivo. Para mim, é mais uma confusão de sentimentos. Encontrar com a família. Descansar. Tomar o café da minha avó no final da tarde. A simplicidade do dia me traz leveza. Trabalhos de última hora. Pensamentos indesejados. Ao mesmo tempo, a lentidão do dia resulta em uma forte melancolia.