Salvador Dalí na atualidade



O Brasil recebeu a primeira grande mostra dedicada ao surrealista já realizada na América do Sul. A exposição foi inaugurada dia 29 de maio de 2014, no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro. Em outubro, ela será apresentada no Instituto Tomie Ohtake, de São Paulo. O evento conta com 30 obras do artista, sendo 11 pinturas a óleo do Teatro-Museu Dalí de Figueras, na Espanha,  10 pinturas a óleo que estão no Museu Reina Sofia de Madri e 9 pinturas do Museu Dalí da Flórida, nos EUA. Além dessas obras, serão expostos peças gráficas, livros, objetos, fotografias, filmes e documentos pertencentes à coleção de obras do artista, armazenada na instituição.

Desafio #10 - Cadarço

por Ana Júlia e Débora


O tema do desafio da vez foi “Cadarço”. Tão inusitado, foi muito inspirador e deu vida a estes dois textos, que ultrapassaram o sentido literal da palavra e retrataram o cadarço de uma forma muito especial: através da poesia.

O Lado Bom da Melancolia


Depois de anos com as estantes abarrotadas de histórias de vampiros, lobisomens e vários outros tipos de mutação física e fenômenos paranormais, as livrarias finalmente cederam espaço aos expoentes da sick-lit, subgênero literário caracterizado pela presença de um ou mais personagens centrais diagnosticados com alguma enfermidade clínica ou distúrbio psiquiátrico. A existência do elemento trágico é o que pode transformar uma história de amor comum em best-seller e até mesmo em uma adaptação para o cinema com elenco de primeira, como é o caso de “O Lado Bom da Vida”.

Desafio #9 - Tecendo entrelinhas


Em seis meses, o Sem Pauta fez diversos desafios. Sobre objetos, lugares, sentimentos entre outras coisas. Porém, um dos maiores desafios que nos colocamos foi criar um slogan para o próprio blog. Algo que traduzisse, em poucas palavras, as diversas que são colocadas aqui periodicamente. Foi um trabalho e tanto e, depois de várias conversas (e risadas), fizemos um slogan que com duas palavrinhas, e sem ponto final, mostra o que fazemos e o propósito desse espaço. E, ao pensar em como divulgá-lo, não poderíamos escolher outra maneira melhor do que aquela que mais amamos: escrevendo.
O texto de hoje passou pelas mãos dos sete atuais autores do blog, e explica o que todos nós sentimos quando estamos Tecendo entrelinhas.

Epílogo

fim
                              

O início? Ah, o que ele quer é virar fim. Fim, objetivo, conquista. Tudo conspira a favor. Talvez nem tudo.